Iémen: Senado aprova resolução de Bernie Sanders

O Senado dos Estados Unidos da América aprovou esta quinta-feira a resolução para retirar o apoio à guerra da Arábia Saudita contra o Iémen apresentada pelo senador Bernie Sanders, contudo sem efeitos efectivos, uma vez que a mesma foi rejeitada pela Câmara dos Representantes.

Na véspera da votação, Bernie Sanders afirmara estar optimista quanto a “uma coligação bipartidária de senadores votarem para deixar claro que os Estados Unidos não irão continuar a apoiar a Arábia Saudita na sua guerra incrivelmente destrutiva.”

Apodando a guerra de “desastrosa”, Sanders reforçou que “a intervenção saudita no Iémen deu origem à pior crise humanitária do mundo, com milhões de pessoas na iminência da fome. Há muito que passou o tempo dos Estados Unidos pararem de seguir a Arábia Saudita, um regime brutal que assassinou recentemente um jornalista dissidente e que não tem qualquer respeito pelos direitos humanos.”

No seu apelo à resolução, Sanders afirmava que “fora isto, e ainda de maior importância, o Senado deve recuperar a sua autoridade constitucional e deixar de apoiar esta guerra inconstitucional e não autorizada”. A resolução foi aprovada com os votos favoráveis de sete senadores do Partido Republicano.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.